Sábado, 31.07.10

Hollywood!

Codeine Velvet Club

 

Sei que não são novos, aliás já se vão separar, mas hoje andei o dia inteiro com esta música na cabeça. Mereciam um post... : )

 

 

publicado por Marta às 02:57 | link do post | comentar | partilhar
Quinta-feira, 29.07.10

Compras...

... ou pequenos souvenirs.

Durante as semanas que passamos na América do Sul não houve muita coisa que me tivesse feito babar. Quer dizer, para uma mulher há sempre qualquer coisita que nos faz babar, no entanto há dois factores imensos nesta viagem: peso na mochila e o orçamento. Além do mais, as compras estão pensadas para serem feitas em Tóquio, por isso na hora de comprar o que seja temos de ser altamente selectivos.

Lembram-se da prata Mapuche que vos falei aqui? Ao fim de semanas a ser bombardeada com peças, acabei por ceder e comprar uma. Não é em prata, mas sim em metais reciclados, apenas tem com banho de prata, e feita de modo artesanal. A prata Mapuche é cara e ainda temos muito caminho para percorrer. Prefiro ser ponderada. E o efeito é o mesmo... Além do mais tive o privilégio de conhecer e de falar um bom bocado com o artesão que a fez, o que aumentou o desejo que a querer. É um pendente. Já pensei que se lhe acrescentar um visível alfinete-de-ama  (lembram-se deste post?) o posso transformar numa pregadeira. Uma questão, como sempre, de imaginação.

 

Também Mapuche é o tapete que compramos. Adorariamos levar um grande e imeso, mas tivemos, uma vez mais, de nos limitar ao mais pequeno, devido à capacidade das nossas mochilas. De todas as formas, é um perfeito exemplo dos seus texteis, e adoramos, tanto a nível gráfico como cromático. Vai ficar lindo misturado com os móveis que trouxemos do nossos anos de vida na China!!!


A outra compra, é um alfinete, também feito por artesãos Chilenos. Não é demasiado exclusivo, há vários pontos de venda por todo o país com este tipo de peças. No entanto, esta tem uma forma que ainda não voltei a ver - costumam ser mais simples as borboletas e multicoloridas - e foi para ajudar uma instituição de artesãos com deficiências Além do mais achei linda a borboleta. É feita com crina de cavalo. Tem uns 20 cm de comprimento mais ou menos, tal como o pendente Mapuche.

 

E de compras pela América do Sul é tudo - no domingo voamos para a Nova Zelândia. Quando voltar a gastar dinheiro, prometo que aviso!

 


 

 

publicado por Marta às 02:54 | link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar
Quarta-feira, 28.07.10

Six items or less!

Acham-se capazes de usar apenas 6 peças do vosso armário durante um mês?

 

Uma das problemáticas de uma volta ao mundo é a mala, ou mochila, e o que vai fazer parte dela, e da nossa vida, durante 6 meses, com os mais variados climas e uma necessidade extrema de pouco peso. Fui altamente rigorosa e, apesar de estar farta de usar sempre as mesmas coisas, no fundo está a funcionar bem e ainda poupo imenso tempo. Ah... e conseguimos que o dia em que a roupa chega da lavandaria seja uma pequena réplica do dia de Natal, tanta é a alegria!

 

O mesmo, mas com outro conceito - controlar o shopping crónico que muitas de nós sofremos hoje em dia - foi pensado pela publicitária Heidi Hackemer. Uma "shopping diet" que tem como regra escolher apenas 6 peças de todo o nosso guarda roupa e usar APENAS isso durante um mês! Os sapatos e roupa interior nao entram na dieta, ou seja, sao livres.

 

Assim que anunciou a experiência, que podem seguir em sixitemsoress.com, Heidi já tem cerca de 100 companheiras de dieta, da Califórnia ao Dubai.

 

Uma das conclusoes mais curiosas a que todas chegam é que,para já, ninguém notou que usam sempre as mesmas roupas, uma e outra vez.

 

Conheçam melhor o projecto aqui.

 

 

 

publicado por Marta às 15:00 | link do post | comentar | ver comentários (2) | partilhar

"J’aime mon carré"

Parceria Hermès e Colette


As duas marcas Francesas vão unir-se no lançamento de uma campanha internacional para promover uma colecção de lenços de seda para um público mais jovem e urbano.

Com edição limitada, os 4 lenços que formam a colecção serão vendidos numa caixa especial, laranja como sempre, entre 27 de Setembro e 16 de Outubro, na Colette.

 

Questiono-me se os preços foram também pensados para os mais jovens!...

 


tags: ,
publicado por Marta às 01:49 | link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Agora entendo!

Ao fim de duas semanas no Chile...

 

... entendi o porquê de, no meu tempo de designer na Zara, ser considerada uma despromoçao trabalhar no departamento Conosur (américa central e sul). Sempre que alguém passava para lá era olhado com aquele ar "coitadoooo"... Mas agora entendi tudo!!!

 

É que estou há duas semanas a viver dentro de um clip reggaeton!!!!!

 


tags:
publicado por Marta às 00:39 | link do post | comentar | partilhar
Quarta-feira, 21.07.10

Limpeza de imagem.

What Courtney Wore Today


Courtney Love, numa tentativa de limpar a imagem descuidada com que sempre é "publicitada" decidiu lançar o seu próprio blog com os outfits que usa diariamente.

What Courtney Wore Today
, bem ao estilo de Sea of Shoe s, é actualizado diariamente, com fotos tiradas pela própria Courtney e com referência às marcas que usa. Os post's, muito curtos, são da autoria de 3 co-bloggers.

Blogs de gente a mostrar o que veste já são infinitos e a muitos deles não valem um clique no mouse, no entanto estou certa que Love será uma surpresa. Já desenhei um projecto inspirado totalmente nela há uns 2 anos atrás, por isso sou suspeita. Acho-a camaleónica e quando está produzida tem um poder incrível na imagem que transmite, criando um "amo - não amo" constante. Monótono nao será concerteza!

 

whatcourtneyworetoday.com




publicado por Marta às 23:52 | link do post | comentar | partilhar

Prata Mapuche

O artesanato ao sul.

 

Uma das coisas menos interessantes nisto dos trapos, e sem dúvida a mais recorrente, é o seguimento de uma moda. Ao fim de duas semanas sem ter dado grande importância aos blogs que costumo acompanhar, estes últimos dias, mais tranquilos, pus a "leitura" em dia e reparo que, de uma forma ou de outra, tudo segue igual. As revistas eligem uma cor e passa a ser a cor que mais se vê, seja ela bonita ou feia, as marcas continuam a ser seguidas como se de uma religiao se tratasse, os shapes sao actualizados nos armários, ficando bem ou mal no corpo de quem os usa.

 

Uma das melhores coisas das viagens é a abertura a uma cultura de gosto completamente diferente daquela que conhecemos como "a boa". Conhecer o folclore e a tradiçao dos povos que visitamos e participando dele, seja no querer saber como e porquê se faz, seja no comprar e colaborar para a sua divulgaçao e crescimento, é o outro lado bom de sair de casa. Para nao falar do exclusivo que se torna chegar a casa e ter aquilo que poucos conseguem ter. Pelo menos até alguém dizer que está na moda e  todaaa gente começar a usar... mas já o made in China, efectivamente. E aí tudo perde identidade!

 

Estamos pelo sul do Chile. E tanto ao atravessar a Patagónica Argentina como ao cruzar a sua parte Chilena, somos invadidos pela presença mais ou menos notória dos seus povos nativos. Entre eles estao os Indios Mapuche. E a beleza do seu artesanato!

 

Entre os tecidos, os ponchos e artefactos de madeira é dificil escolher o que comprar. Mas de tudo, o que mais salta aos olhos é a delicada e ao mesmo tempo marcante prata. As nativas continuam a usa-la, de forma exagerada como diz a tradiçao, em forma de colares, brincos, tiaras ou acessórios para o cabelo. Os aneis sao lindissimos, muitas vezes com detalhes de lapiz lazuli.

 

Num outfit mais europeu, um colar Mapuche preenche o vazio de uma t-shirt branca, dando o toque diferente e de personalidade a quem o usa. Vá... apaixonem-se, tal como eu : )


 

 

 

 

publicado por Marta às 00:18 | link do post | comentar | ver comentários (4) | partilhar
Quinta-feira, 01.07.10

Libros del Pasaje

Palermo Soho - Buenos Aires

 

Ao fim de 3 dias por Buenos Aires, encontrei o sitio perfeito se tivesse de viver por aqui. Palermo Soho, o Palermo Viejo.

 

Na parte norte da cidade, é sem dúvida o local com mais onda de toda a capital, com uma imensa oferta em trabalhos de novos designers, espaços hoteleiros pensados ao detalhe, seja na decoraçao ou nos pratos servidos. É o Soho. E ponto!

 

Ontem à noite, enquanto faziamos horas para nos encontrarmos com uma antiga companheira minha do colégio - que com bom gosto escolheu viver neste bairro - encontrei O espaço! Libros del Pasaje.

 

Uma livraria-bar. Parece fácil, verdade? Simples! Com uma variedade imensa na oferta, tanto literária (os nossos Saramago, Eça de Queiróz e Agustina) como nas bebidas servidas (cocktails mais ou menos experimentalistas, cafés e cerveja nacionais) este sítio é simplesmente lindo. Desde a escolha da luz,  da música alta que se ouve em todo espaço - ontem tocavam Bebel Gilberto - aos móveis velhos que servem de apoio aos livros ou ao bar. Tectos imensos, recolha de livros antigos para doar. Tudo pensado e bem executado. Como se nada fosse. Assim, naturalmente...

 

Durante a tarde de ontem fiquei sem bateria na máquina e nao tirei fotos, por isso estas foram roubadas daqui - no entanto, esta noite voltaremos e vou tentar conseguir algumas para verem o quentinho que se torna ao fim do dia... Estas imagens nao sao as melhores para isso.

 

Quero ummmm... em Portugal... tudinho para mim!!! Alguém quer ser meu sócio?... Posso dividir ; )

 

O mau: o atendimento. A secura dos empregados é sem dúvida o pior de tudo. Aliás, é o pior de Buenos Aires. Uma triste surpresa, confesso...

 

www.librosdelpasaje.com.ar


publicado por Marta às 20:31 | link do post | comentar | ver comentários (5) | partilhar

link home no header

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Julho 2010

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
30

posts recentes

links

tags

arquivos

subscrever feeds

link home no header