Compras...

... ou pequenos souvenirs.

Durante as semanas que passamos na América do Sul não houve muita coisa que me tivesse feito babar. Quer dizer, para uma mulher há sempre qualquer coisita que nos faz babar, no entanto há dois factores imensos nesta viagem: peso na mochila e o orçamento. Além do mais, as compras estão pensadas para serem feitas em Tóquio, por isso na hora de comprar o que seja temos de ser altamente selectivos.

Lembram-se da prata Mapuche que vos falei aqui? Ao fim de semanas a ser bombardeada com peças, acabei por ceder e comprar uma. Não é em prata, mas sim em metais reciclados, apenas tem com banho de prata, e feita de modo artesanal. A prata Mapuche é cara e ainda temos muito caminho para percorrer. Prefiro ser ponderada. E o efeito é o mesmo... Além do mais tive o privilégio de conhecer e de falar um bom bocado com o artesão que a fez, o que aumentou o desejo que a querer. É um pendente. Já pensei que se lhe acrescentar um visível alfinete-de-ama  (lembram-se deste post?) o posso transformar numa pregadeira. Uma questão, como sempre, de imaginação.

 

Também Mapuche é o tapete que compramos. Adorariamos levar um grande e imeso, mas tivemos, uma vez mais, de nos limitar ao mais pequeno, devido à capacidade das nossas mochilas. De todas as formas, é um perfeito exemplo dos seus texteis, e adoramos, tanto a nível gráfico como cromático. Vai ficar lindo misturado com os móveis que trouxemos do nossos anos de vida na China!!!


A outra compra, é um alfinete, também feito por artesãos Chilenos. Não é demasiado exclusivo, há vários pontos de venda por todo o país com este tipo de peças. No entanto, esta tem uma forma que ainda não voltei a ver - costumam ser mais simples as borboletas e multicoloridas - e foi para ajudar uma instituição de artesãos com deficiências Além do mais achei linda a borboleta. É feita com crina de cavalo. Tem uns 20 cm de comprimento mais ou menos, tal como o pendente Mapuche.

 

E de compras pela América do Sul é tudo - no domingo voamos para a Nova Zelândia. Quando voltar a gastar dinheiro, prometo que aviso!

 


 

 

publicado por Marta às 02:54 | link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar